25.08.2019

Carro com cheiro de gasolina: O que pode ser?

De repente, um cheiro constante de gasolina paira no ar, mesmo quando dirigimos com os vidros fechados. Esse problema não é exclusividade de carro usado ou sinal de desleixo ou falta de manutenção. Conheça aqui algumas possíveis razões para o carro com cheiro de gasolina.

 

1 – Reservatório de partida a frio

 

Carros flex são ótimos e nos ajudam a economizar quando a gasolina está com preço nas alturas, mas a grande maioria destes modelos ainda utiliza o reservatório de partida a frio, que fica instalado no vão do motor. Este equipamento é de plástico e suas mangueiras de borracha, por isso, com o passar do tempo, pequenas rachaduras podem aparecer.

Quando isso ocorre, o ar-condicionado puxa para dentro do habitáculo o vapor de combustível, deixando o carro com cheiro de gasolina. Se constatada alguma rachadura ou ressecamento, faça a troca do reservatório.

 

2 – Vedação da bomba de combustível

 

Instalada junto ao tanque, a bomba de combustível tem validade, assim como qualquer peça de um carro. Em algumas situações, o desgaste das vedações pode deixar que o vapor da gasolinaescape, fazendo o cheiro se espalhar pelo interior do carro. Quando isso ocorre, o melhor a fazer é substituir logo a bomba.

 

3 – Tampa de abastecimento desgastada

 

O abre-fecha da tampa de combustível nos abastecimentos pode desgastar a rosca ou a trava, causando o escape do vapor de combustível. Carros mais modernos também costumam ter travas automáticas, que podem apresentar mal funcionamento. Lembre-se de conferir se está tudo ok sempre que abastecer para evitar o carro com cheiro de gasolina e outros problemas.

 

4 – Mangueiras e sistema de injeção eletrônica

 

Se o cheiro de gasolina vier acompanhado de uma luzinha acesa no painel, o problema pode estar no sistema de injeção. Neste caso, é importante verificar tanto a parte eletrônica, que controla o fluxo de combustível, quanto a parte mecânica, composta pelas mangueiras e dutos, que conduzem a gasolina do tanque ao motor e, claro, fazem o caminho inverso.

 

5 – Sistema de escapamento

 

Outra razão muito comum para carro com cheiro de gasolina é o escapamento. Composto por vários estágios, o escapamento pode apresentar falhas em algum destes elementos, como a colmeia ou o silenciador. Nestas situações, o funcionamento fica comprometido e a filtragem dos gases não é eficiente.

Apesar não representar gravidade, este cheiro, além de incômodo, significa maior emissão de poluentes. Dica: geralmente, não é necessário substituir todo o escapamento, é possível trocar apenas o elemento defeituoso.

 

6 – Impactos no tanque de combustível

 

Buracos, solavancos e pequenos acidentes podem causar danos ao tanque de combustível dos carros mais novos. Isso acontece porque, atualmente, a maioria deles é equipada com tanques de plástico. O material é seguro e, em caso de colisões graves, se deforma e protege os ocupantes do veículo, preservando vidas.

No entanto, justamente por sua maleabilidade, os impactos bruscos podem provocar fissuras e até vazamentos. Verifique se o cheiro de gasolina é mais forte no banco traseiro, no porta-malas e embaixo do veículo.

 

7 – Carro de garagem

 

Ter um carro pouco rodado é sempre visto com um ótimo negócio. Mas não é bem assim. Carros são feitos para andar e não para ficarem longos períodos parados. Veículos que ficam muito tempo na garagem podem apresentar vários problemas de ressecamento de peças, mangueiras de borracha e falta de lubrificação nos sistemas.

O óleo fica viscoso e pesado, a água parada cria fungos e a gasolina parada no tanque pode se tornar corrosiva. Tudo isso pode deixar o carro com cheiro de gasolina. No caso de mangueiras e dutos ressecados, vazamentos também podem causar a proliferação do odor de combustível.

 

Carro com cheiro de gasolina é sinal de desleixo?

 

Nem sempre. Carros zero km também podem apresentar esse sintoma nos primeiros quilômetros, sem que isso represente nenhum defeito. Donos zelosos e cuidadosos também podem ter o mesmo problema, quando defeitos inesperados, como os citados acima, acontecem.

O importante, em todo caso, é ser atencioso e conhecer bem o seu veículo. Desta forma, qualquer situação incomum é percebida antes que uma simples manutenção se torne um grande e caro conserto.

 

Saiba o que fazer nestes casos

 

Carro com cheiro de gasolina pode ser perigoso. Por isso, seguem algumas dicas de como agir se identificar o problema no seu veículo:

– Consulte o manual do veículo e veja se há recomendações a respeito;

– Procure o fabricante e pesquise se há algum recall programado para o seu carro;

– Encontre um mecânico de confiança para verificar mangueiras e peças plásticas;

– Faça a manutenção preventiva de acordo com a programação indicada no manual. Lembre-se que a manutenção preventiva é sempre mais segura e barata do que a realização de consertos. *Engie App

 

  


Fonte: http://www.atualizabahia.com.br/carro-com-cheiro-de-gasolina-o-que-pode-ser/#.XWbP6ehKg2w